PALESTRA + MÚSICA

FLAMENCO
Uma viagem às origens negras da arte andaluza

22 de maio
quarta | 20h

 

FLAMENCO
Uma viagem às origens negras da arte andaluza

José María "Chema" García Martínez
[Crítico de Jazz / El País]

Com a participação do intérprete iraniano de setar Arash Azadeh
[A influência da música persa no Flamenco]

22 de maio | quarta | 20h | gratuito

 

22/05

 


Nove séculos antes da chegada do primeiro escravo da pele negra à América, os africanos moviam-se a vontade pelas ruas da Andaluzia, do Reino Valenciano e da Extremadura. A partir de seu contato com as culturas presentes na península-Judaica, Árabe-persa, Cristã e Cigana- surgiu a primeira música ocidental de origem africana na história: o flamenco.

"Uma viagem às origens negras da arte andaluza" é uma viagem pessoal e intransferível pela ignorada história do "afro-ibérico", sua contribuição crucial ao canto e dança flamenca e o esquecimento a que a figura do negro ibérico foi submetida em séculos posteriores e, muito especialmente, durante o regime de Franco.

 

José María "Chema" García Martínez nasceu em Madri, em 1957. É crítico de jazz do jornal El País desde 2004 e autor de inúmeros livros sobre música. Recentemente, ele participou da produção de "The History of European Jazz" sob os auspícios da União Européia. Há dois anos vive no Rio de Janeiro. Publica atualmente no El País Brasil, e em outras mídias.

 

Receba nossa NEWSLETTER
Midrash na WEB
Torne-se um AMIGO!
NOME:


EMAIL:



MIDRASH CENTRO CULTURAL

Rua General Venâncio Flores, 184
Leblon | Rio de Janeiro | RJ
55 (21) 2239-1800